20 abril 2007

Mácula na Heitor



Alarmado e pesaroso. Assim estou ao receber a notícia da minha irmã. A Sabesp, sem o menor constragimento, abriu um buraco na Heitor. Sob o pretexto de consertar o esgoto do vizinho, eles fizeram um rasgo bem ali, na frente de casa. Sem me perguntar se podiam.

Moro nessa rua desde sempre. Ela fica ali no Jardim Bonfiglioli, Zona Oeste de São Paulo. Até meus 3 anos, ela ainda era de terra. Quando chovia, a molecada saía em carreira para brincar nas corredeiras cheias de lama.

Aí veio o progresso. Asfalto cobriu nosso chão. Minha mãe gostou porque não iria mais quebrar seus saltos de sapato. Meu pai gostou porque o carro - branco - não iria ficar mais tão sujo. E eu gostei porque brincaria com os tratores e caminhões e promoveria corridas de carrinhos de rolimã naquela ladeirona.

Depois de pavimentada, ficou realmente muito bom. Além das corridas, virou arena para vários eventos desportivos. O pessoal da favela da esquina se juntava aos domingos e fazia campeonatos de vôlei. A gente entortava os portões dos vizinhos jogando bola das 14h às 22h. Todo dia. Deixei grande parte do meu joelho ali naquele asfalto.

Assim como meu joelho, hoje ela foi maculada. Ao contrário de 99% das ruas de São Paulo, a Heitor não tinha um buraquinho. Nada. Aqueles remendos mal-feitos? Esquece. Asfalto lisinho, plano, perfeito. Até hoje. Vai ficar lá agora, na frente da minha casa, a cicatriz. Muito mais significativa e dolorosa que a do meu joelho.

7 comentários:

uala disse...

ô loco!
lembra o que aconteceu no acidente do senna?! entao... o mesmo aconteceu com senninha... é triste, afinal de contas tem toda essa historia bonita que vc contou!
nem digo nada...........

Filipe disse...

O pudê público neste país é faxista até o furico fazer bico.
çabesp é cazca.
Despogreço...

Barneschi disse...

Japonês, este texto é a prova viva (?) de que você virou EMO.

Barneschi disse...

E não tem nada a ver, mas a palavra 'esgoto' do primeiro parágrafo me fez lembrar disso: assista a "O Cheiro do Ralo", em cartaz nos cinemas aqui da Paulista.

Craudio disse...

Vou mandar britadeiras lá para os lados da Vila Monumento pra vc ver o que é bom...

Sobre o filme, verei. Mas tô tão atrasado com relação a cinema q eu nem cheguei a assistir ao Rocky.

Barneschi disse...

EMO!

P.S.: Xico Sá tem uma breve participação no "O Cheiro do Ralo".

evaodocaminhao disse...

dramático!


vc é tão psicosomático

transformou tristeza em piriri