03 junho 2007

Diagnóstico



Havia dito que só me pronunciaria sobre o time do Corinthians deste campeonato Brasileiro depois do jogo contra os sardinhas. Isso porque, nas primeiras rodadas, pegamos só moscas-mortas. E mesmo assim tivemos algumas dificuldades contra o Atlético-MG em casa, num resultado que muitos consideraram aceitável.

Pois aceitável também é empatar na vila belmiro. Porém, esse jogo colocou um pouco de juízo na cabeça de muitos que já vislumbravam um time com aspirações ao título. A defesa perdeu sua invencibilidade. O meio esteve atrapalhado. E o ataque simplesmente não existiu. Dito isso, vamos a algumas análises individuais.

O gol teve origem na direita, por onde atuam Rosinei e Edson. Ambos foram horríveis no apoio e sofríveis na marcação. O tal de Renatinho deitou e rolou por lá. Edson realmente tem um ótimo padrinho no Pq. São Jorge. E me irrita demais aquela munhequeira que ele usa. Virou tenista agora? Já Rosinei tá com a cabeça em qualquer lugar, menos no Corinthians. E se é pra ser assim, vaza! A definição precisa desse cara eu escutei em um programa de rádio: "se o Rosinei jogasse metade do que ele acha que joga, já tava bom".

Fora isso, deve-se reconhecer que o sistema defensivo está bem mais arrumado. Só o goleiro Felipe precisa melhorar um pouco a saída do gol. E Marcelo Oliveira precisa perder a mania de querer sair jogando em todas as ocasiões. Tem hora que é para dar bicão.

No meio, Marcelo Mattos não entrou em campo. Errou passes e parece sentir o peso de ser o único volante do time. Daí para ser expulso idiotamente é dois palitos. E a gente chega em William. O meia-armador não arma. É moleque, claro. Mas precisa começar a mostrar bola em jogo importante. Tanto ele quanto o resto da molecada têm que ter isso em mente. Porém, parece que toda essa safra de novos jogadores já saem dos juniores pensando em qual time vão jogar na Europa. Sem mesmo se firmar no Brasil. É a geração "fala com meu empresário que ele manda em mim".

Já o ataque foi nulo. Clodoaldo sentiu o peso da estréia e da camisa. Relou na bola duas vezes, quando a chutaram em cima dele. A única presença positiva foi o belo passe no primeiro tempo, que deixou William na cara do gol. Mas o meia desperdiçou chance que não se pode deixar passar em clássico. E Everton ainda não se firmou. É esforçado, mas não dá para considerá-lo como um ponto de desequilíbrio.

O técnico precisa começar a enxergar o jogo. Era claro desde o começo do segundo tempo que o time do interior estava aproveitando a deficiência do Edson na direita. Além disso, tirar um centroavante e colocar um volante antes dos 30 minutos é ser cauteloso demais. Deixasse o centroavante, tirasse o ponta e avançasse o meia. Simples e lógico. Morto por morto, deixa uma uma opção para uma possível bola parada ou uma sobra. Enfim...

Diagnóstico? Vampeta no time vai fazer bem. Fábio Luciano, se vier, também. William precisa sair de promessa e virar realidade. E se Finazzi e Clodoaldo engrenarem, aí sim poderemos pensar em vaga para a Libertadores no fim do ano. Só assim para termos um time competitivo para essa merda de campeonato por pontos corridos, e que demora uma eternidade para acabar.

------------------------------------

Corinthians, 1º Campeão do Rio-São Paulo de Show Ball!

Chupa porcada!

E o Ronaldo continua o cara. Chora Jean Carlos...


5 comentários:

filipe disse...

Assino em baixo. Só não faço ctrl+c ctrl+v que é antiético.
Mas vou falar o que? Disse tudo. TUDO.
Tá na hora desse Willian pôr a mão na consciência (hoje em dia não existe mais isso de consciência, né?) e parar de dar uma de ronaldinho gaucho.
Acho que o Felipe jogou bem e no primeiro grande vacilo ficou no meio do caminho. Acho que a falha foi dele. SAI DO GOL GOLEIRÃO!!!
Zelão é nóis.
O Éverton jogou muito bem contra o aidético mineiro, foi substituido injusta e burramente, e agora voltou meio podado. CORRE MOLEQUE.
O técnico deu uma de parmegiani, colocou o time pra trás, trocou errado o Clodoaldo (calma com esse cara que ele é nossa cara, Coringão) e colocou um moleque. Vacilou.
Deixamos a vitória escapar, mas é porque o time ainda não engrenou.
E perder gol é coisa de viadinho, ainda mais o gol que o moleque perdeu. PQP!!!
Vampa virá, emagreceu. Só a presença já conta.
E VAI CORINTHIANS!!!

FORA TRAIDOR

Dia 16 é nóis na caravana.

E nessa quinta?
Metropolitano de futsal no Parque São Jorge: CORINTHIANS x porcadinha. Feriado. Vamo aí.

evaodocaminhao disse...

não dá mesmo pra contar com esse seu timinho

libertadores?

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Filipe disse...

Não nos ocupamos com falso "orgulho".
É até difícil para os outros (anticorinthianos) compreenderem, mas Corinthianos gostam mesmo é do Corinthians.
Ganhar, perder, empatar... é só consequência.
E Corinthianos se preocupam com a causa - O CORINTHIANS.
A Grande Referência.

ETERNAMENTE EM NOSSOS CORAÇÕES

Favela disse...

Craudião, beleza?

Ae, o nível de todos os times do Brasil não é melhor que o do nosso Coringão! Na boa... não é! Estão todos nivelados por baixo.

Veja só: o Grêmio, que tem um time ridículo cheio de refugos, está na final da Libertadores, que é um campeonato bem pior em nível técnico que o Brasileiro.

Mano, dá pra acreditar no título. Com a nossa tradicional raça e depois do título de 90, eu acredito!

Abraço!

Filipe disse...

Já tem 33000 ingressos vendidos para amanhã. Foda. é só chegar entre os primeiros que a gordura cai em cima...

Aliás, o traidor está vendendo o time a preço de banana, para o preibói iraniano e uma corja çeleta. A agenda política está sendo cumprida à risca.
A solução é luta armada.

Te ligo amanhã, mas acho que vou de azul. E você?