04 agosto 2007

A quinta coluna


A coisa toda começou após do trágico acidente em Congonhas. Depois de tentar, via Renan Calheiros, novamente desqualificar o governo Lula, a elite econômica do país aproveitou a morte de mais de 200 pessoas para mostrar suas garras e tentar tomar o poder de volta. Aqui em SP, diz que vai acontecer neste sábado, 4 de agosto, uma tal manifestação "Cansei". Se juntarem mais de 100 pessoas, o que eu duvido (a direita não tem poder de mobilização), quero ver jornalão falar que tem gente atrapalhando o trânsito na Paulista. Quem está por trás é o empresariado sujo do estado paulista, além da OAB conterrânea, que já foi chamada de golpista pela OAB carioca por causa desse apoio.

O Metrô, em greve, parou a cidade. O governo do estado se isentou (os tucanos se isentam de tudo, impressionante) e ainda quer jogar a culpa na esfera federal (???). Além disso, fez algo que considerei ilegal, pois usou dinheiro público para fazer inserções de rádio condenando - antes do TRT - uma manifestação que é direito de todo trabalhador.

O "prefeito" Kassab fechou o Bahamas, que é um dos puteiros de luxo paulistanos mais famosos. Talvez porque estivesse muito fora da mídia e porque ano que vem ele tenta a reeleição. E quem tenta a reeleição deve estar sempre em destaque.

Tudo isso são fatos da agenda pública. E todos eles têm relação um com o outro. O golpista "Cansei" é uma forma da elite paulista, que tem a Folha e a Veja como porta-vozes, de tentar levar à presidência o ainda governador Serra. Porque não engoliram 2002 e 2006. Serra, ao se isentar da greve (ele não cumpriu o acordo feito na greve anterior), quer tumultuar uma cidade que ainda se recupera da maior tragédia da aviação que já ocorreu no país. Para gerar uma impressão de caos sempre ligada ao governo Lula. Esse mesmo Serra, que cuspiu na própria assinatura e nos deixou Kassab. O Kassab que fecha bares ("as esquerdas bebem!") e agora puteiros. Ficou puto porque Serra quer deixá-lo de fora da sucessão municipal. E, para afetar os partidários de Serra, Kassab fechou o puteiro onde sempre está o empresariado paulista. Que é quem articula o "Cansei".

Essa é a quinta coluna brasileira. Uma putaria...

--------------------------------------

Mais sobre a quinta coluna em Cansei, tô cansadinho



Um comentário:

Filipe disse...

As férias me deixaram um pouco alheio, mas notei um afã da rede cancerosa de televisão, ecoada por outras mídias afins, em destacar uma suposta familha real deste país. Vindo de onde vem, já é para desconfiar e muito: que cazzo querem? O que é isso??
O d´urço, como prizidente do grupelho de canalhas gabaritados, precisa estudar melhor as leis. Esse cançaço dessa corja escrota é, antes de mais nada, INCONSTITUCIONAL.
No mais, a trolha destes dias cospe seu datafodaçe que levanta o ego do fechador de puteiro. E do chuchu, na capa.
Com tudo isso, essa atmosfera golpista constante, a nossa sorte é a corja só bater cabeça, até porque não sabem para que serve. Não sabem atuar politicamente, pois não sabem o que significa o conceito "público". A nossa sorte consiste em se evitar, com essa ignorância, que a coisa pública se foda de vez se essa escrotidão conseguir alguma coisa...
Se alguém quisesse realmente derrubar o governo (?), bastaria auditar todas as obras públicas (Um exemplo são as estradas. A BR entre Cuiabá e Rondonópolis, por exemplo, mesmo com a visita do çapo, continua o fim do mundo. Evidentemente, durante a çuvaqueira, eram ainda mais lastimáveis, mas comparar-se ao çuvaco é o início da queda num abismo sem fim), a execução do orçamento, as votações no congresso (não existe auditoria no congreço... é o "povo" quem deve ficar de olhos abertos... é lójico...), ou seja, tudo o que o governo faz para melhorar a vida das peçôas (o chuchu e o çapo falam isso iguaizinhos...).

Enquanto isso...
O nery faz o gol.
As numeradas do Pacaembu recebem presenças ilustres.
E o Vampeta não sabe ficar quieto.
Mas a Fiel também não, e, com o que temos, só nos resta jogar com raça e com o coração. A Tradição fala mais alto.
CHUPA GRÊMIO
Aliás, vascaíno de Copacabana vai pra São Januário de banhinho tomado... pode uma coisa dessas?