01 junho 2009

O presidente sem palavra


Sexta-feira passada aconteceu a reuniãozinha forjada pelo presidente do time médio, mas como o dia estava corrido, não pude comentar as coisas com a devida profundidade. E para ser profundo, serei raso, curto e grosso. Alguém que bateu o pé e, numa das poucas ações acertadas de sua vida, se negou a nunca mais fazer com que o Corinthians mande seus jogos no panetone, não pode agora declarar à imprensa que "daqui seis meses posso mudar de idéia". A frase não deve ser formulada nem em pensamento. Porém, já que o nosso tampão fala sem pensar, a resposta daqui deste humilde espaço também é instintiva: FORA SANCHEZ!

Só para mostrarmos o que é o time médio e como atua seu presidente leva-e-traz de bambi, entramos hoje em campo com o time totalmente reserva. Ao contrário do que o placar de 3 a 1 tenta revelar, o time médio teve, de novo, de operar o apito para levar 3 pontos. Porque é assim, corinthianos: a gente pisa naquele amontoado de laje sabendo do assalto na cara-dura.

É com esse tipo de lixo que o areia mijada anda negociando. É gente dessa laia que o Corinthians se presta a escutar, e não sei o motivo. Talvez porque nosso mandatário não tenha boa índole. Ou então porque ele não seja corinthiano. Quem sabe ele não quer agradar alguém ou tem planos de crescer às custas do Timão - e isso nem é novidade para nós. Ao contrário dos arautos da moralidade e da credibilidade, o que se cobra aqui é apenas o compromisso com a palavra, valiosíssima para a Fiel. Se hoje é isso, o que virá amanhã?

Os corinthianos precisam acordar para a vida. Fosse o tampão alguém decente e digno do cargo que ocupa, ele teria feito tal qual o vídeo abaixo, uma belíssima produção, cuja comicidade se dá justamente nas verdades que precisam ser ditas. Apesar de "velho" (na sexta-passada ele já havia se disseminado na rede), é preciso que essa preciosidade tenha a maior divulgação possível.

Este blogue lança oficialmente seu movimento FORA SANCHEZ, com a tarja que vai na coluna da esquerda. Ainda que nesse momento não seja interessante fazer qualquer outra manifestação mais exaltada por conta da fase decisiva na Copa do Brasil, o limite do aceitável foi ultrapassado. É ingresso caro, é subserviência ao STJD, é aceitação dos roubos via apito...

Para entender melhor sobre o que queremos dizer, é obrigatória a leitura dos últimos posts do Anarcorinthians.

5 comentários:

Forza Palestra disse...

A entrevista dele no Mesa Redonda de ontem mostrou que esta opinião dele é bem flexível.

E as imagens daquela reunião são de uma escrotidão sem tamanho...

Filipe disse...

Cadê a tarja?? Vou copiar, Japonês.

CORINTHIANS, tampão efetivado. Vale mais que a humanidade inteira.

Já a palavra deste inominável não vale o papel higiênico que ele usa.

Mônikita disse...

Copiei a tarja na Bodeguita ...

Bruno Ferraz (sOUL) disse...

o tampão tem que se caçado, se o corinthians pisar no morumbi como mandante, pra ele aprender que palavra vale muito, custa até vida daonde eu venho.

pau no cú dele.

é nóis claudião, foda esse video.

é nóis vo bota no é preto e branco a tarja, abraço véio ;]

Claudio Yida Jr disse...

Bora botar pressão nesse bosta, Fiel!