15 maio 2011

Revolução Corinthiana já!


Não há o que se fazer a não ser olhar para as salas ar-condicionadas do Parque São Jorge. Se temos pernas de pau sem a menor vontade de vestir a nossa sagrada Camisa no elenco, a culpa é nossa. De gente que veste cores que não o preto e branco corinthiano, de quem se empolga com contratações descabidas e que não enxerga que nossa prioridade nunca foi ter um estádio. Ao bater palmas para a mediocridade e permitir que descompromissados com a causa alvinegra controle nossas ações, nos permitimos, numa final de campeonato, ser representados por um juntado de cabeças de bagre que se apresentam como se estivessem num coletivo de terça-feira à tarde.

Se esse papelão que o bando de vagabundos (inclua aí elenco, comissão técnica e diretoria) nos fez passar no domingo não é o bastante para pedir urgentemente a cabeça do presidente Andrés Sanchez, então acho que teremos um futuro muito sombrio para os próximos anos. Há de se fazer a Revolução Corinthiana já, se possível com outro terror no caminho de volta de toda a delegação. Bombas, porrada e agressões a esses imbecis que transformaram o Corinthians em teta.

O vilão não é o goleiro que toma frango, não é o meia improdutivo ou o lateral que não sabe cruzar. O vilão maior é a anticorinthiania instalada dentro de nossas trincheiras. Enquanto não eliminarmos essa craca, teremos os vexames protagonizados nos últimos dois anos se repetindo com freqüência.

A Fiel precisa acordar e relembrar que seu papel, como disse sabiamente Roberto Daga, não é só ficar batendo bumbo, com aquela lavagem cerebral desmobilizadora e alienante de "apoiar os 90 minutos", até porque isso só vem sendo feito pelos mesmos 5 mil de sempre. O Corinthians é nosso. Devemos ter orgulho de ser uma "Torcida que tem um time" e fazer a teoria na prática.

Neste exato momento, é preciso que cada um de nós façamos nossa obrigação pelo corinthianismo, vestindo o Manto e encarando a anticorinthianada imbecil que hoje goza com o pau alheio para tentar, a todo custo, nos diminuir. É hora de ir para a guerra, sem limites. Eu sou Corinthians, e você? Pois quem não for corinthiano...

PELO CORINTHIANS, COM MUITO AMOR, ATÉ O FIM!

6 comentários:

Filipe disse...

CHUPA, anticorintianada de merda, o pau alheio, que é isso que vão fazer até o fim dos tempos.

VIVA O CORINTHIANS NOSSO DE CADA DIA!!!

ACORDA FIEL!!!

Craudio disse...

Em tempo, mano: não tava comprado, igual o Brasileiro do ano passado?

A esquizofrenia precisa de uma nova teses.

Guilherme disse...

A luta é muito maior fora das quatro linhas, mas lá dentro o primeiríssimo passo é ter no comando alguém que entenda o que é o Corinthians. O culpado maior é o Tite !

Craudio disse...

Sim, que não me entendam mal. Não estou passando pano pra vagabundo nem pro imbecil do técnico, até porque os chamei todos de vagabundos...

Porém, quem mantém imbecis como esse dentro do Corinthians só pra mamar na teta e desfalcar nosso clube é o maior culpado.

Mônica disse...

CERTISSIMO CLAUDIO JÁ MANDEI MEU RECADO NA BOTEGUITA CURTO E GROSSO

SEM MAIS

AQUI É CORINTHIANS SÓ CORINTHIANS NADA MAIS!

Emboava Rodrigo disse...

Eu sou Corinthiano e não ligo quando ouço da boca de anticorinthians que não temos estádio, mas ouvir pessoas que se dizem corinthianas dizerem que não temos estádio é o pior.

O Corinthians tem um estádio sim. Chama-se Alfredo Schurig, vulgo Fazendinha... não precisamos de um estádio construido com dinheiro público... já temos um... é melhor usar 1 bilhão de reais na educação das pessoas... na seguraça e nos serviços públicos que necesitamos...

#AlfredoSchurigEstádioDoCorinthians