06 abril 2009

Falha no país das maravilhas e a história de um câncer


Posso até encher o saco de muita gente que passa por aqui com minhas cacetadas constantes em cima da Falha, mas preciso ficar em dia com a minha consciência cristã (essa foi boa, rá!). Depois da ditabranda, o jornal dos Frias despeja uma piada pronta - geralmente de mau-gosto - a cada semana. Pior, mentem descaradamente e manipulam informações totalmente inventadas pelas cabecinhas geniais daquela mórbida redação.

A obra mais recente apareceu na edição de domingo último, cuja manchete garante: "Grupo de Dilma planejou seqüestro de Delfim Netto". Deixando de lado o fato de que teria sido um grande favor não só ter seqüestrado mas também mandado para o Alasca um dos signatários do AI-5, trata-se de
mentira deslavada. A própria Dilma afirma em entrevista ao mesmo veículo que nunca ficou sabendo disso.

Indignado com a imoralidade, escreveu à Falha Antonio Roberto Espinosa, um dos expoentes da VAR-Palmares e que também foi citado no conto de fadas do jornaleco. Ele desmentiu ponto-a-ponto todas as bobagens escritas pela "repórter" Fernanda Odilla, laranjinha da vez na campanha de difamação da provável candidata petista em 2010. Espinosa, além de desancar a moça e seus patrões brilhantemente, também pede que a carta de reparação seja publicada com o mesmo destaque que teve a mentirosa matéria. É óbvio que não será atendido. Curioso mesmo é o resultado da busca pelo nome da repórter no Google. Dá para ver que inventar histórias é com ela mesma...

Aproveito que estamos desmoralizando a imprensa e coloco aqui o depoimento da dona Eliana Tranchesi, sonegadora de impostos que usou um suposto câncer para comover a sociedade e deixar a prisão há duas semanas. Confira trecho de reportagem da IstoÉ Dinheiro de 21/08/2008:

"No caso da empresária Eliana Tranchesi, dona da Daslu, as más notícias vieram em série. Alvo de uma estridente ação da Polícia Federal, ela também foi vitimada por um nódulo no pulmão esquerdo e não escapou da quimioterapia. Mesmo com uma enorme dificuldade para subir escadas e o mal-estar dos efeitos colaterais, ela não quis deixar a empresa.
Hoje, curada, diz que é preciso desmistificar a idéia de que câncer mata. "O meu pensamento positivo ajudou no meu tratamento. E não larguei a empresa. Me esforcei para ficar sempre disposta. Hoje estou curada", disse à DINHEIRO Eliana Tranchesi".

E aí, você confia nessa imprensinha?

12 comentários:

Filipe disse...

Mano, permita que eu deixe aqui um relato.

Fui assinante da trolha, e já há tempos não sou mais. Só que volta e meia a corjinha fria teima em me dar 15, 20 dias "de graça" desse papel sujo.

Pois bem. Sábado estava eu dando a janta para minha filhota quando toca o celular. Inocentemente atendi, pensando que era alguém me chamando pra tomar umas, já que a porcaria do telefone raramente funciona.

A mulherzinha se identifica. É da trolha.
"senhor Filipe, o senhor recebeu correspondência da trolha recentemente?"

"recebi. POR QUE?"

"O senhor foi contemplado com a promoção para receber 20 dias de trolha grátis..."

"Muito obrigado, moça, mas eu não estou nem um pouco interessado" - Interrompi de bate-pronto.

"E qual a razão, senhor?"

"a trolha tem uma visão de mundo tacanha e não corresponde com meus ideais de vida, eis por que"

"mas o senhor assinou a trolha durante cinco anos..."

"por isso mesmo que não assino mais. Me desfiz dessa trolha na minha vida por que não presta"

"mas a trolha mudou, senhor..."

"POR ISSO MESMO, moça, morreu o velho e a coisa descambou, tá feio o negócio por aí, e eu chego a ter ânsia de vômito quando por ventura abro a trolha"

"senhor, eu leio a trolha todo dia, e eu não vejo assim..."

"moça, você foi instruída para dizer isso, pois bem: eu lhe digo que quero a trolha bem distante de minha casa. Não quero 20, nem 30, nem um ano de graça; e nem nas próximas gerações da minha família iremos assinar essa porcaria de jornal, fui claro? Obrigado"

Foi isso. Espero que tenham gravado, espero que isso chegue a alguém competente.
Senão, terei o maior prazer em repetir tudo isso num próximo telefonema de abutre escroto.

Abraço.

Mônikita disse...

Salve Amigo Claudio

Eu tb já fui e não sou mais assinante da folha... por essas razões que vc aqui colocou e tb por causa do CORINTHIANS que constantemente ela metia o pau.
Claro que a imprensa não é mais a msm e são poucos os jornalistas que merecem creditos...
Em relação a bacana da Daslu ... ela se curou que bom, de coração msm, porém os impostos que ela sonega se deixa de criar varios hospitais especializados para atender a todos que precisam de tratamento e não podem pagar!!!!
Mas poxa essa tal cura só com pensamento positivo deve ser a ultima moda em MIlão né?
Aff...

PENSAMENTO POSITIVO SÓ PRO CORINGÃO

FATO!

besitos

É NÓIS

Mônikita disse...

E gracias, pela gentileza, de add a Bodeguita é uma honra pra mim

bjo

É NÓIS

Bruno Ferraz (sOUL) disse...

Porra claro que Otimismo e Positividade são coisas boas, mais a Dona da Daspú dizer que isso foi essencial para cura do câncer, meu querido amigo, quantas pessoas não perderem amigos e entes queridos por conta dessa doença, diga-se que uma declaração do tipo "é preciso desmistificar a idéia de que câncer mata" é até desrespeitoso para com as pessoas que sofrem, sofreram ou perderam pessoas amadas por causa desta doença.

Agora sobre a Folha, não leio esse jornal pelos mesmo motivos, e também não leio mais a revista Veja, que é tão mentirosa quanto, e mostra sua corrente ideológica Neoliberalista em diversas reportagens.
Todo conteúdo também colocado em xeque por mim é o que tenha qualquer relação com a GLOBO, uns tempos atrás tinha um cara que elaborou um livro didático que foi comprado pelo governo em grande escala, onde ele incitava os alunos a serem pessoas críticas, adivinha quem começou o movimento de censura ao livro deste historiador? adivinha?

ALI KAMEL, diretor executivo de jornalismo da Rede Globo.

As vezes tenha a certeza de que este país é uma orgia sem camisinha.

Abraço Mano.

Claudio Yida Jr disse...

Caros, a máscara da Falha cai a cada dia e tem muita gente desistindo de suas assinaturas. Isso é o que me faz acreditar que esse mundo ainda tem salvação.

E Filipe, ótimo relato ahahhahahaha... Tive um parecido com o pessoal da Veja, mas com mais palavrões que argumentos.

Fernando Cesarotti disse...

Eu fiz algo parecido com a Placar outro dia:
- O senhor já assinou a revista, não tem interesse em voltar?
- Não.
- Por quê??
- Porque a revista está MUITO RUIM.

Claudio Yida Jr disse...

Ah, e recomendo a todos o cadastro de telefone para proibir o contato de telemarketing...

cruzdesavoia disse...

Cara, sai uma matéria dessa e a turma quer relaxar a Lei de Imprensa, sob o pretexto da 'liberdade de expressão' e o 'resquício ditatorial'.

Como se calúnia, injúria, mentira e difamação tivessem passe livre no teclado de um jornalista. Esse tipo de comportamento não se pune.

Claudio Yida Jr disse...

Pois é... Fazem a maior grita democrática. Essa classe é a vergonha do país, são piores que políticos corruptos. Aliás, ontem passava no Fantástico uma reportagem sobre festas de financiamento para o PCC. Como se os nossos coleguinhas não enchessem a burra de traficante... Hipocrisia do caralho.

Daniel Damásio disse...

Falando em pasquim, Cláudião, você acredita que os Frias resolveram brigar com a sacolinha que arrendou o ex-Canal 7? E dizem que essa briga de madames omeçou por causa de insinuações com a audiência. O que é que a fogueira das vaidades não fode uma pessoa, igualzinho a novela do mando de campo entre Andrézzzzz e Juju Jumêncio.
Quer saber? Enquanto os dois rezam, a gente bate tambor!
Valeu por ter me linkado e vamo que vamo que a bicharada tá pedindo fumo!

Claudio Yida Jr disse...

Fala Daniel! Pois é, deixa eles se destruírem e a gente vai fazendo nosso arroz-com-feijão.

E domingão é guerra! Abraço!

Renata Mielli disse...

Claudio, sempre que vejo alguém dizendo que já cancelou a assinatura do panfleto do PSDB em São Paulo eu percebo que se fortalece a luz no fim do túnel. Essa da Dilma foi de doer. Agora, a pendenga com a linha editorial do jornal não está apenas na indignação dos assinantes. A crise já está instalada dentro da Folha e entre os brothers Frias. O Otavinho que se cuide.
beijocas