22 abril 2008

A mídia na forca


Post rápido. Sobre um fato que está na mídia há algumas semanas e, provavelmente, ninguém mais agüenta. O que está fazendo a imprensa nesse caso da menina que morreu sufocada-esgüelada-jogada da janela é algo impressionante.

Repórteres fazem vigilância na casa dos envolvidos, apresentadores dão veredictos e o povo transforma em festa uma tragédia. Teve até bolo outro dia. Uma tremenda montanha dos sete abutres.

E algo que reparei há alguns dias: já notaram a calma e alegria da mãe da menina? Ontem mesmo ela estava erguendo a mão e dando glória a Deus, ao lado do Padre Marcelo. Para quem perdeu uma filha, é muita tranqüilidade. Pra mim, tem coisa aí. E não duvido nada ela sair pelada em alguma revista...


4 comentários:

Forza Palestra disse...

É tudo muito Montanha dos Sete Abutres mesmo. Mas tem abutre demais, incluindo a imprensa e o bando de vagabundo que vai na porta da casa dos fulanos para criar tumulto. É tudo vagabundo! Eu não ouço nada disso. Confesso total desinformação em relação às últimas notícias do caso. São quatro páginas a menos para ler no Cotidiano da FSP.

evaodocaminhao disse...

E o povo vindo do Paraná...

afe

Filipe disse...

Escrotidão além dos limites de todos os envolvidos.
Não lembro quem escreveu uma coisa assim, mas o crime é reflexo do seu tempo.

Sendo assim, os assassinos já pagaram a inocência.

E o povo se refestelará por algumas semanas ainda nesta balada grotesca, os editores rolarão a prensa alienada nesse povo, e quem sabe ainda não haja um linchamento. Seria um desfecho na magnitude destes tempos.

------

E sabadão é uma ótima pedida.

Filipe disse...

Ah, e fica uma questão: porque não hostilizar o traidor (que foi mentir no depoimento) assim como hostilizaram o pai desse imbecil que "matou a própria filha" (até prova em contrário), ontem?