31 julho 2007

Malandragem de botique e outros



Eu tento segurar, mas tem horas que fica difícil. Falo de uma mistura que desceu um tanto indigesta. E numa sexta de madrugada.

Foi no último dia 27 de julho que se deu o assassinato à obra de um dos maiores gênios da música brasileira. A Rede Globo exibiu um especial a Noel Rosa (talvez pelos 70 anos da morte do compositor, mas que se deu em maio e a Vênus Platinada deixou passar), trazendo no elenco Orquestra Imperial, Marcus Sacramento, Lucas Santtana e Maria Rita.

Esta última, óbvio, teve mais holofote. E foi ela também quem deu as facadas mais doídas em duas pérolas do cancioneiro de Noel. Quem escutou a moça vociferar "Feitio de Oração" e "Conversa de Botequim" sabe do que estou falando. Destaco, ainda, o tal Lucas Santtana e sua guitarra.

Pois bem: sou guitarrista. Mas toco rock. Guitarra com Noel Rosa? Valha-me Deus. Certas coisas precisam conservar sua essência e suas origens. Não se trata de conter revoluções, mas sim de manter o que é sagrado.

A Globo quis entrar numa área em que não é especialista. Foi à Vila Isabel, mas é da Barra e do Leblon. Quis colocar no malandro uma roupa da Daslu. Cometeu, por fim, dois erros: homenageou um grande de forma pequena, e ainda fez isso só para cumprimento de tabela, jogando o especial para as duas da madrugada de sexta. É sabido que todos que reverenciam o mestre Noel Rosa estavam, a essa hora, em algum botiquim do subúrbio, batendo em sua caixa de fósforo.

--------------------------------------

A CBF oficializou a campanha brasileira para sediar a Copa de 2014. Dito isso, anuncio que começa hoje a campanha deste blog, totalmente contrária à realização da Copa e de qualquer outro evento esportivo desse porte no Brasil. A realização da Copa por aqui significa o fim do futebol brasileiro. Ou alguém discorda que lugarzinho marcado na arquibancada é positivo. No Maracanã, acabaram com os geraldinos. E por aí vai...

--------------------------------------

Está cada vez mais inviável a permanência do velho gagá nas salas ar-condicionadas do Parque São Jorge. Mesmo assim, ele tenta mais uma manobra para se perpetuar na presidência. Espero que a Justiça brasileira não dê ouvidos a esse câncer. E esse tal de Rubão como vice de futebol, hein? É para rir...

--------------------------------------

Decreto aqui também o fim das relações diplomáticas deste blog com a Argentina. Enquanto os portenhos continuarem a mandar frio para o Brasil, defendo a abertura das comportas de Itaipu, alagando aquele brejo que atende pelo nome de Buenos Aires.


2 comentários:

Rodrigo disse...

Pena que não temos como alagar a Bolívia.

De qualquer forma, endosso a campanha contra a Copa. Inclusive, devo criar um selo em breve, se quiser compartilhar, te mando.

Agora, achei um cúmulo o velho câncer ter a pachorra de ir à justiça para que as contas sejam aprovadas? Quem esse cara pensa que é????

Barneschi disse...

Sou contra a Copa no Brasil pelos mesmos motivos.

Viva o rato do Pacaembu!

Viva o pernil de estádio!

Viva a chapa suja!