16 junho 2008

Fala tu que eu tô cansado


Um jornalista, quando vai escrever sobre algo que não sabe, deve ir atrás das informações básicas sobre o assunto. Até os que trabalham em veículos considerados lixo - como sites de fofocas e celebridades - e principalmente se vai falar sobre gente da maior responsabilidade.

Pois bem. Escreveu o iG Gente que a cantora Ana Carolina – aquela que faz mil músicas iguais e adora ir para a mídia dizer que é sapatão, o que todo mundo nunca desconfiou... – deu escândalo num restaurante em SP. Coisas do estrelismo. Porém, o problema mais grave não é esse, e sim o último parágrafo da “notícia”:

“Enquanto tomava vinho e comia lanche de hambúrguer (sic), a cantora satirizou sua parceria musical com a sambista Jovelina Pérola Negra. 'Ela estava tão velha que não conseguia entrar na cabeça da música. Tivemos que repetir 30 vezes', disparou.”

Que eu saiba, a grande Jovelina e sua poderosa voz não teve o desprazer de compartilhar palco algum com a tal carolina. Até porque Jovelina morreu há dez anos, e a carolina era ninguém nessa época - e ainda a é. Talvez, a “matéria” quis fazer referência à Dona Ivone Lara.

E aí, erraram todos. O jornalista que escreveu o “texto”, a carolina, por ter feito pouco caso com uma grande personalidade da música brasileira, e Dona Ivone, que não precisa ficar se metendo com essa gentalha. Dona Ivone, e só ela, todos perdoam. No mais, a tal carolina podia figurar no timaço aí do post abaixo.

Em breve, constatações sobre Belo Horizonte, onde estive nesse último final de semana.


2 comentários:

proeva disse...

mais um motivo para não gostar dela

Filipe disse...

que coisinha escabrosa isso, hein?
dá nojo.