13 novembro 2008

Passadas as eleições...


Bela sacada do repórter Diego Salmen, do Terra Magazine. Segundo a matéria, o dinheiro liberado pelo governador José Serra para alimentar a indústria automobilística - R$4 bilhões - daria para construir 13km de metrô, distância maior que a extensão da Linha Verde.

É nada mais que a comprovação de que a campanha de Kassab se tratava de uma mentira deslavada. Por que Kassab? Porque quem manda no Kassab é o Serra, obviamente. O Kassab é o Paulinho do Serra...

Não houve contestação, não houve questionamento de ninguém. Ao invés de incentivar o consumo de carros e piorar o trânsito (tudo sob a desculpa de manter empregos nas montadoras, o que não é verdade), o governo deveria criar postos de trabalho na construção do metrô. Isso movimentaria muito mais a economia e aí sim teríamos um enfrentamento da crise. Mas nosso sanguessuga gosta mesmo é de dar dinheiro para empresas privadas.

6 comentários:

Filipe disse...

Definição perfeitíssima:

nunaçabe é o pimpaulinho do vampiro,

assim como a redetevê é o impaulinho da emiçôra câncer,

assim como o 'agora' é o pimpaulinho da trolha...

E assim vai.

Este é o bom e velho Porta-Voz.

E O TRANSPORTE PÚBLICO, cambada de energúmeno?

Porque não obrigar a indústria a descolar, com esses 4 bi, ônibus NOVOS, com a data no capô CORRETA, e não mentirosa?...

Porque não reformar os corredores sucateados?

Porque não DAR ESSE DINHEIRO PRA QUEM PRECISA? FAZER CASAS?

E assim vai nos levando pra merda a mediocridade tucanocrata...

romahribeiro disse...

(só pra polemizar um pouco...)

Craudião, e o que vc me diz da MP 443 do seu amado Lula, que dá dinheiro aos BANCOS das montadoras, quando as ações das mesmas estão DESPENCANDO na bolsa ( ou = prejuízo certo)? (=

saudades de você e de Eva.

beijos!

ClaudioYidaJr disse...

Roberta, a MP 443 não dá dinheiro aos bancos das montadoras, ela libera verbas aos bancos estatais para que eles intervenham em instituições financeiras com risco. No limite, o governo só fez assumir a dívida dessas instituições, ao contrário do que você quer sugerir. Não há injeção de dinheiro público em cofres particulares.

A MP também determina que parte desse crédito seja destinado ao BNDES e para as obras do PAC - e isso foi motivo de rejeição do PSDB, que queria tirar esse vínculo do texto.

Então, linhas gerais: o Serra não foi à Assembléia sugerir essa injeção de grana para as montadoras, liberou a grana para as montadoras para que as vendas não despenquem no fim do ano e vai, com isso, lotar ainda mais as ruas de São Paulo. Já o Lula enviou o texto da MP para aprovação no Congresso, vai viabilizar o crédito na habitação, infra-estrutura e varejo em geral. Assim, mantém o desemprego controlado, movimenta a economia e evita quebradeiras de pequenas e médias empresas.

Sutis diferenças...

Beijos!

Raphael disse...

"O Kassab é o Paulinho do juquinha"

Perfeito!

Raphael disse...

O Paulinho do Serra, lógico.

Craudio disse...

O KASSAB É O PAULINHO DO SERRA!!!!

http://www.estadao.com.br/nacional/not_nac277618,0.htm