17 maio 2010

Curtas


- Depois de comemorar por duas semanas a eliminação do Corinthians da Libertadores (teve gente do nosso lado que, aparentemente, também comemorou batendo palma), a mídia abutre voltou com sua programação normal. Se antes não podia dar muito na cara porque sabia que a torcida estava ávida por notícias e isso, conseqüentemente, significava aumento nas vendas, agora a cena mudou. Por conta do modorrento Brasileirão, o anticorinthianismo está funcionando a todo vapor nas redações. No Lanche!, vemos a manchete "Como em 2007, Timão é 100% em dois jogos"; já no site da Globo aparece "Timão sente o gosto da liderança do Brasileiro depois de cinco anos". E estamos só na segunda rodada...

- Até mesmo a Virada Cultural, talvez a única coisa positiva do desgoverno demo-tucano em SP, sofreu com o choque de gestão implantado pela dupla Serra/Kassab. Com uma programação pífia que chegou ao cúmulo de ignorar o rap em plena capital paulista, o evento só teve bom público porque ainda é uma das poucas opções culturais oferecidas pelo poder público local. Noves fora, estive em 3 palcos: na Vieira de Carvalho, pude ver a banda Frank Elvis e Los Sinatras, que fez covers bastante divertidos de músicas mela-cueca; na República, fui atrás do grande Paulo Vanzolini que, por conta da idade, ficou apenas sentado apresentando as músicas e tomando sua cerveja, além de um cada vez mais chato Nelson Sargento e um pedaço do sempre fantástico Jair Rodrigues; na Júlio Prestes, assisti ao Abba cover que, contrariando os chatos de plantão, se saiu muito bem e divertiu a multidão por lá.

- Voltando a Vanzolini, é inacreditável a qualidade das canções que esse grande mestre escreveu. Ele é tão, mas tão importante para a música, que pôde se dar ao direito de ficar bebendo numa mesa durante seu show e isso não parecer um desrespeito ao público.

- O nojento que atende pelo nome de J. Hawilla soltou a seguinte pérola na semana passada, em referência à reforma do estádio dos rivais:

"A turma que vai à geral ficará assistindo só na tevê. É gente que não consome nada, depreda e mata no metrô. Não interessa mais ao futebol. Dá orgulho ver o público pagar R$ 300 pelo ingresso. Não defendo a elitização. Mas o futebol precisa de dinheiro."

Além de prestar solidariedade por entender que isso será não só um golpe no outro lado da trincheira, mas sim um passo importante para o fim do futebol no Brasil, destaco a falta de coragem da imprensa esportiva em não contestar uma frase dessas. São cagões que se preocupam em manter relações por um emprego, ao contrário de se preocupar com o torcedor.

- Falando em jornalista cagão, como pode o José Serra ficar destratando publicamente alguns repórteres que lhe fazem perguntas decentes e não receber nenhuma réplica atravessada? Na hora de meter o pau pelas costas, a imprensa estufa o peito. No entanto, diante de qualquer entrevistado, nego vira um cordeiro.

- José Serra, aliás, que tem sérios problemas para resolver contas simples de aritmética. Justo ele, um "economista"...

4 comentários:

Bruno Ferraz (sOUL) disse...

Virada Cultura.. ¬¬ Mó paia eu queria ter ido ver o Nelson mais nem deu.

Em 2007 eu apanhei no Racionais.

Em 2008 não teve palco de rap.

Em 2009 um pequeno, tímido.

Em 2010 simplesmente ignoraram.

Que Beleza!

Abraço Mano!

storm disse...

Olha a merda da emissora do bispo tb, onde trabalha aquela bicha do Julio Casares, emissora com o DNA bambi igual a podre JPan:


''Brasileirão costuma trair clubes que começam bem''

''Pressionado, Corinthians vence o Grêmio no Sul''

''Bem no Brasileiro, Corinthians não esquece Libertadores''

Essa Record é um lixo

Filipe disse...

Essa abutraiada xarope e esse inominável são a mesma merda.

Quem, em sã consciência, concorda com as merdas que essa escória doentia e anticorintiana proferem? Nem anticorintiano dá mais trela. São tudo um bando de filadaputa do caraio.

Não fale mal do Sargento, Japonês. E tenho dito!
E tu aproveitou bem essa virada, hein.

VAI CORINTHIANS!!!

Claudio Yida Jr disse...

Mano, o foda é que o Sargento é um baita dum compositor, mas tá fazendo um showzinho de merda ultimamente. Acho que depois que ele meteu uma cremalheira, o troço desandou.