05 dezembro 2008

Carta de um abutre em depressão


"Caro Sport Club Corinthians Paulista,

Veio por meio desta demonstrar minha imensa insatisfação com você e toda sua torcida. Pô, já faz tempo que nós, da imprensa abutre, estamos tentando empurrar uma crise pros lados do Parque São Jorge e nada emplaca. Assim você não facilita pra gente.

Veja bem. Achei que a perda da Copa do Brasil seria o momento em que iríamos deitar e rolar. Mas nem aqueles protestos contra o Felipe e Lulinha - e o posterior afastamento do goleiro - tiveram muita repercussão. Estou cansado de falar, falar, falar e falar e essa sua torcida não me escutar. Pô, Corinthians, a torcida não compra mais minhas mentiras como antes.

Naquela época, fiquei muito triste e comecei a pegar pesado. Primeiro, passei a inventar uns tabus imbecis, já que não dava pra falar mal da campanha impecável na série B. E não é que você quebrou todos eles, só de birra? Aí não teve jeito, tive que apelar. Coloquei o microfone na boca da netinha e até a coloquei na capa da Playboy, mesmo ela sendo tão feia quanto o avô. Nem assim, Corinthians. O livro da moça encalhou nas prateleiras e só o Juquinha (meu ídolo, que agora anda mamando em bezerrão) e o Paulinho (outro ídolo) compraram essa porcaria.

Nem preciso dizer que fiquei extremamente irritado com a volta à série A antecipada em um mês e meio de antecedência, além do título quatro jogos antes do fim do campeonato, né? Você acabou com meu ano em outubro, Corinthians. E agora, o que eu vou fazer? O que vou inventar para o meu editor, que veneninho vou jorrar ali na Fazendinha? Não posso nem entrevistar jogador pra ver se aquelas bestas dão com a língua nos dentes porque eles estão de férias... Isso não se faz!

Ó, minha última tentativa foi essa entrevista com o Paulo Garcia, mas isso é só um aquecimento para as eleições. É bom você se preparar, que aí eu vou me esbaldar. Porém, não estou tão animado assim (meus colegas também não), porque está difícil exercer esse trabalho de plantador de crise com você.

Espero, enfim, que tenha mais consideração com quem você tanto ajudou um dia.

Palavras sinceras e abraços cordiais,

Jornalista abutre."

3 comentários:

Filipe disse...

Matou a pau.

abutraiada de merda.

Mônikita disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Claudio Yida Jr disse...

Concordo! Só que se pegarmos todas essas "notícias" citadas no texto, dá pra considerar algo legítimo?

Aliás, você disse bem: fosse nossa diretoria mais competente e exercesse a pressão que a grandeza do Corinthians avaliza, tivesse nossa torcida se preocupado mais com a arquibancada, estaríamos na Libertadores em junho.

Minha crítica está exatamente aí: a nossa torcida e nossa "diretoria", pelo contrário, compram essas historinhas pra boi dormir.

Abraço!