17 dezembro 2008

O que faz a falta de pauta


Fim de ano é uma grande porcaria. Talvez por isso eu odeie o Natal e sempre procuro passar o Ano Novo fora de São Paulo. Essa cidade, depois do dia 20 de dezembro, é um túmulo. Pior de tudo é ter que trabalhar até dia 23... Bom, chega de chororô, que eu não sou botafoguense. Alguns pitacos sobre o (pouco) que eu ando lendo por aí.

- Depois da contratação fenomenal, o que tem de jornalista vestindo a camisa anticorinthiana não tá escrito. Nego tá secando tanto que vai acabar ajudando. Conforme vi comentários por aí, a inveja é tão grande que depois do réveillon, o Ronaldinho vai estar mais magro que o Sócrates. Aliás, mais um texto ótimo de Mauro Carrara sobre uma gafe do Jornal da Placar - que há dias deu que era piada a ida do jogador ao Corinthians - saiu no site do Azenha.

- Errei-rá está bravo. Os babacas que gritava seu nome das numeradas e vestem roxo também. Pobrezinho do argentino perna-de-pau... O que esse povo precisa aprender é que correr e dar carrinho não é demonstração de raça, mas sim compensação para a falta de habilidade. Estamos disputando a São Silvestre? Não? Então pra que pagar 7 milhões num cara que é pior que minha vó? E cadê aquelas propostas da Europa pra esse merda? Se não um time do interior da Argentina não o quer, por que o Corinthians iria querer?

- Parabéns ao José Serra, prefeito e governador de São Paulo. Meteu logo um monte de praça de pedágio no Rodoanel e agora a capital paulista vai parar. Até o Mário Covas deve estar se revirando no caixão, já que o projeto original da obra previa a imbecilidade de se cobrar pedágio no anel viário. E o generalzinho está meio quieto, o que indica que vem coisa em janeiro. Por enquanto, ele está se contentando em fechar bares e restaurantes, além de alimentar a indústria de multas.

- O dia em que o povo tiver a noção do que é ter um presidente da República que fala "sifu", as coisas irão melhorar significativamente. Aliás, tenho comigo uma cena antológica, que pode ser conferida no documentário "Entreatos", de João Moreira Salles. O cineasta acompanhou a campanha de 2002 de Lula e, num dos milhares vôos da corrida eleitoral, o ex-operário solta para seu vice, José Alencar: "o problema é que o FH não toma umazinha. Como é que pode alguém não tomar umazinha? E aquele gramadão lá do Palácio? Se eu ganhar, vou encher aquele gramado com meus cabritinhos". É isso.

- Eu sou Aldo Rebelo pra Câmara!

13 comentários:

Filipe disse...

Esse texto do Carrara é pra se guardar, para a posteridade.

Quanto ao Herrera, ele que não pressionou a merda do clube de lá. A diretoria deixou claro que, com o dólar como está, é inviável. Até porque com esse dinheiro dá pra profissionalizar cinco times sub-17, com talentos e promessas incomparáveis ao Herrera.
Entretanto, acho que fica entalado. Porque ele mesmo desmereceu e forçou a diretoria a desmerecê-lo, por justa causa. Acho triste, mesmo ele sendo o grosso que é. Ele ajudou o quanto pôde. Vai embora sem carinho.
A não ser que o empresário que disse que empresta pra qualquer clube menos o Corinthians reveja essa cagada. Porque quem quer Herrera? O porco? A sardinha? Ou o mogi mirim, o barueri?...
Em todos os casos, o hermanito ficará a ver navios.

Aqui, seria um banco com vontade...

*******

E essa cidade ainda não viu nada!
Sorria!!!

cruzdesavoia disse...

Eu lhe garanto que Covas está se revirando lá... Já te contei no episódio do Kotscho que o conheci pessoalmente. E ele recusava veementemente essa idéia de pedágio no Rodoanel, simplesmente porque é um contra-senso ao princípio de solução viária que o Rodoanel propõe; a agilidade, a fluidez.

O Serra tá foda! Queria que ele se aposentasse da política para não perder o respeito que lhe resta...

Ademir Castellari disse...

Grande Claudio, de passagem pude observar que compartilhamos várias idéias. Quanto ao futebol também compartilho com a idéia que 7 milhas é demais para quem somente dá carrinhos, seja aí na fazendinha seja na academia de futebol. Afinal, temos história (ambos), tivems história e craques. Somente apoia pernas-de-pau quem não sabe, e nunca viu, um Ademir, um Rivelino (só para ficar nos dois). Já estou pensando no próximo jogo das barricas, penso que deve ser no meio do ano (maio ou junho). Meu blog vai financia um troféu para a próxima edição. abraço.

Fernando Cesarotti disse...

Pô, mas na boa, quem não achou que era piada no começo? (Vale lembrar que essa matéria foi dez dias antes do acerto, quando realmente o negócio era só piada e todo mundo achava isso, o próprio Corinthians soltou nota pra desmentir.) Gosto do Mauro Carrara, mas dessa vez acho que ele exagerou.

cruzdesavoia disse...

Sabe o que acontece, Fernando? Se a boataria tivesse nascido para os lados leonores, ninguém na imprensa tomaria como piada. E é aí que o bicho pega - o bicho do preconceito.

Craudio disse...

Filipe: o cara ficou bradando que tinha proposta de Europa e agora tá se oferecendo pro porco, como se eles o quisessem hahahahhahaha...

Raphael: o Serra acho que esqueceu a dignidade no Chile.

Grande Ademir: estamos todos ansiosos para a próxima edição. Repito que devemos nos mobilizar já em janeiro, pra viabilizar o troço em maio. Apareça sempre!

Cesarotti: então, o problema não é nem os caras terem ido na onda. É que desdenharam do Corinthians com falta de respeito e, depois de serem desmentidos, não vieram a público dizer "nós erramos". O que incomoda é o ar de superioridade do povo, que agora tem uma nova tática: eles escrevem uma merda, essa merda é contrariada, e aí eles vão lá e falam que usaram de ironia (olha aí de novo o ar de superioridade, tipo "leitor burro, você não entendeu nossa ironia)...

Filipe disse...

Japonês, o Herrera é serviçal de empresário filho da puta. Depois dessa, todo carrinho que deu em 2008 foi pra puta que pariu. Sem nenhum respeito.

Cesarotti iria querer o Herrera no porco só pra tirar ele do Corinthians...
E depois ainda colocava em campo pra quebrar o joelho do Ronaldinho.

Estou mentindo?

Quanto à nota do Corinthians desmentindo, depois de consumado o negócio, fica óbvio o porquê dela. Com um monte de abutre espezinhando e aviltando o CORINTHIANS, era capaz de gorar.
E o Carrara não exagerou uma vírgula sequer.

Claudio Yida Jr disse...

Tá rolando até abaixo-assinado pra esse merda ficar. É brincadeira?

Filipe disse...

Eu assinaria. Por desencargo mesmo.

E porque acho que ele é macumbeiro.

cruzdesavoia disse...

Filipe...

Qual o problema em ser macumbeiro, além do termo pejorativo em si?

Fernando Cesarotti disse...

Porra, tá exagerando, Filipe. como disse, nem torço contra o Gordômeno, apenas acho que vc não entendeu o que eu quis dizer aquele dia: tenho até medo de um cretino como o Jumar quebrar ele.
E o Herrera, na boa, eu passo. Ao contrário, torço pra que ele fique aí pelo Tatuapé. Não quero ele no Palestra nem "de grátis".

Filipe disse...

Cruz, não é problema. O problema é o que ele pode vir a fazer, entende?

Tá certo, Cesarotti. Tá certo.

cruzdesavoia disse...

Sei... como o seminarista que come criançinha, ou ou judeu que prega a não-miscigenação, ou o fundamentalista islâmico explodindo quem não gosta, etc...

Realmente, o problema é o que o "macumbeiro" pode fazer.