19 dezembro 2008

A palhaçada da FPF


A Rede Globo determina o horário de nossas idas aos estádios há anos e, a cada campeonato, inventa uma novidade para contemplar as necessidades da sua grade de programação. Hoje em dia, é raridade jogos de quarta-feira às 20h30 ou domingo às 16h. Se antigamente esses tradicionais agendamentos estavam na ponta da língua até de quem nunca havia pisado numa arquibancada, agora nem mesmo os assíduos sabem dizer a hora em que seu time joga.

Diante dessa palhaçada toda, Federações regionais - que deveriam proibir tal lambança no relógio do futebol - baixam a cabeça e aplaudem toda e qualquer invenção da Vênus Platinada. A contrapartida são o abafamento de escândalos de enriquecimento ilícito e uma boa cota de patrocínio, além do tráfico de influência.

Para 2009, a FPF novamente ficou de quatro para a emissora e tratou de oficializar alguns absurdos no Paulistão. Vejam:

- todos os domingos haverá uma partida às 11h (!!!), com transmissão;
- o campeonato será aberto numa quarta-feira, às 16h30;
- o Corinthians estréia numa quinta, às 19h30;

Vê-se que a Globo, com toda aquela palhaçada de "jogo das famílias" e de usurpação dos cantos das organizadas com letrinhas na tela, caga e anda para o torcedor. Não interessa se o cara trabalha de quarta-feira e não pode sair para ir a um jogo às 16h30. Estão pouco ligando se o jogo que começa depois da novela termina depois que o metrô fecha. Não querem nem saber se os jogadores não sofrerão fadiga desnecessária por conta do calor com as partidas às 11h. O negócio é faturar com publicidade e pay-per-view.

Fora dos gabinetes globais, os colegas jornalistas silenciam. Talvez por sonharem em fazer parte do expediente da emissora. Ou por pura falta de senso crítico, aliada à incompetência. Ajuda também o poder público, pois basta lembrar o veto do generalzinho à lei municipal que proibia a realização de jogos com início depois das 20h30.

E aí, torcedor? Vai ficar parado?

6 comentários:

cruzdesavoia disse...

Pra mim essa é uma tática de guerrilha, de vencer pelo cansaço.

Vai chegar uma hora que será tão difícil ir ao estádio que o sujeito vai se acomodar no sofá e se render à Vênus Platinada. E seremos todos, como já profetizei, meros leonores-de-sofá.

Fernando Cesarotti disse...

Caras, a tabela é de chorar. E de chorar duplamente pra gente cujo trabalho tá diretamente envolvido com ela.
Só faltaram os jogos de segunda-feira à noite. Que devem chegar algum dia desses, é bom nem dar a idéia...

Fernando Cesarotti disse...

Agora que vi que vc citou os jornalistas, e confesso que não sei o que fazer. Quer dizer, a gente corneta, reclama com os caras da Globo quando encontra com eles nos treinos e jogos (Afinal eles se fodem tanto quanto a gente), mas isso pouco faz diferença. Tinha que ter uma posição mais firme dos jornais, do tipo "Nós não vamos cobrir essa porra se não for numa hora decente, não vamos destacar repórteres para ficar fechando jornal à 1 da manhã". E, claro, se posicionar claramente ao leitor: "Não vamos informar sobre esses jogos por uma questão de filosofia, porque somos contra esses horários esdrúxulos." Bom, os jornais fecham antes de algum chefão ter saco roxo de fazer isso, pode ter certeza.

Craudio disse...

Verdade, Cesarotti. A galera que trabalha de fato acho que realmente tem pouco a fazer a não ser manter essa postura de cobrança.

O que incomoda é gente que, teoricamente, teria "liberdade" para falar sobre o assunto e o ignora solenemente. Por que, ao invés de ficar criando crise e polêmica gratuita, Milton Neves, Juquinhas e Kajurus da vida não começam a bater nessa tecla? Ou até mesmo as concorrentes, como Band, Record, ESPN...

E, sim, é melhor nem dar idéia de jogos às segundas hahahahahahahha

Fernando Cesarotti disse...

Ah, mas o Juquinha sempre fala disso. Só que, depois de Valdivia no São Paulo e outras asneiras, a credibilidade dele tá ficando perto da do Milton...

E, na real, a desorganização interessa a todo mundo, a não ser o torcedor. Pensa nos portais que cobrem jogo com placar ao vivo: quanto mais jogo espaçado tiver, menos frila precisa contratar pra fazer, e mais audiência vai ter, porque o tempo todo tem gente ligada.

É foda, isso.

Filipe disse...

Não só vai ficar parado como vai justificar tudo isso acusando Torcida Organizada de vagabundagem.

É a tática nazi-tucanocrata.