08 dezembro 2008

Curto e grosso


Segunda-feira pouco inspirada, apesar do intestino funcionando em operação descida. Só algumas poucas palavras por aqui.

- Havia mencionado que minha postura diante das coisas mudaram um pouco depois do rebaixamento do Corinthians. Uma delas foi demonstrar um pouco mais o respeito que eu tenho pela Evinha e seu amor pelo spfc. Por isso, tenho a obrigação de dizer que ela é uma das poucas pessoas que têm todo o direito de comemorar a façanha de seu clube - mesmo ele sendo o que é - porque acreditou e torceu pelo título desde o começo. A bichinha sofria ontem como-um-quê, e eu achei que ela teria até um treco. A obrigação, porém, não me permite a omissão. O caso do suposto suborno de juiz e o gol impedido que definiu o título desse brasileiro atestam: ninguém pode dizer mais palavra sobre 2005. Como eu costumo dizer, diretorias de futebol são todas a mesma merda. Só que os leonores são perfumados pela imprensa. Parabéns, Evinha. Ano que vem o Coringão tá de volta e aí o barato é outro hehehehehe!

- Imperdível o texto de Luiz Antônio Simas sobre as "aparições surpresa" de Erasmo Carlos nos especiais do Rei. Confiram!

- Urgente para a Hora da Patrulha: "Kassab cria número recorde de secretarias para abrigar aliados". Ué, os demos não acusavam o PT disso e diziam que iriam combater tal postura? Sorria, São Paulo...

4 comentários:

Filipe disse...

Ontem foi comemorado os quarenta anos do AI-5.

 TEKA disse...

Sorria, São Paulo... e não adianta que a musica vem na cabeça na hora!
acho o máximo!
ahahahahaahhaha

proeva disse...

1ª carta de São Paulo aos Coríntios:
ainda que eu falasse a língua dos homens e falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria..


kkkkkkkkkkkkkkkkkkk


bambi do caraio

Filipe disse...

CORINTHIANS PAULISTA é amor.