10 setembro 2009

As imagens são dramáticas


Quem vive online o dia inteiro sempre encontra algumas manchetes inusitadas nos principais portais de informação. Tirando aquelas coisas absurdas - e geniais - que aparecem no Jornal Meia Hora, as chamadas utilizadas pelos colegas jornalistas demonstram o tamanho do despreparo desse pessoal. Ingenuidade, incompetência ou manipulação de lado, as capas dos sites são um feio retrato de quem hoje não precisa nem de diploma para sair noticiando a torto e a direito. Confira quatro pérolas deste 10 de setembro de 2009:

- Do Terra: "Termina namoro secreto de Luiza Possi e Marco Luque".
Façamos de conta que ninguém sabia disso. Sim, porque o próprio Terra havia publicado, no dia 27 de julho de 2009, que os pombinhos haviam sido assaltados em SP. Sendo secreto - e reforço que devemos ignorar o desmascaramento do Terra -, como o fim do namoro foi noticiado? Mistério...

-
Do G1: "Monografias são vendidas no Rio".
Agora eu serei corporativista. Com o já mencionado fim da obrigatoriedade do diploma, mais os veículos de comunicação utilizando a escrita de má qualidade como critério na seleção de profissionais, os jornalistas estão com uma mão na frente e a outra atrás. Nada melhor que oferecer seus serviços aos universitários, que tanto ajudaram o país no Show do Milhão.

-
Do UOL: "Rubens: 'Se Piquet fez isso, não deve estar na F-1".
Sem levar em conta o fato de que a Fórmula 1 não muda o preço do pãozinho de ninguém - isso não é esporte, pô -, muito me estranha alguém publicar tal opinião vindo de quem vem. Todos nós lembramos o que fez (mais de uma vez) o Rubinho quando, vencendo uma corrida, recebeu a ordem de sua equipe para dar uma encostada e abrir caminho pro alemão.

-
Estadão: "Serra culpa natureza: estragos eram 'inevitáveis'"
São Paulo viveu um dia de caos na última terça-feira. A cidade inteira ficou debaixo d'água, muita gente perdeu o pouco que tinha e houve até mortes. Prefeito e governador sumiram por 48 horas e só voltaram à cena para falar asneiras como essa. Eu não consigo saber o que é pior: a cara-de-pau do Serra (o Kassab foi pior e jogou a culpa, pasmem, na Marta) ou a subserviência e a falta de compromisso de quem o entrevistou e destacou tal imbecilidade. Para quem vier defender, não, a manchete não tenta ser irônica. É pura assessoria de imprensa.

6 comentários:

João Medeiros disse...

Excelente, Claudio. A menção ao "Meia Hora" foi hilária. Não sabia que a fama desse tablóide já tinha chegado em Sampa. Ou aí tem uma versão paulista? É escrachado, despretencioso, e por isso genial.
A coluna do Apolinho, o melhor comentarista esportivo do país, daqueles das antigas, é sensacional. Claro que não sou leitor assíduo, nem esporádico, desse "larga tinta". Mas me divirto com as manchetes.

Claudio Yida Jr disse...

João, o Meia Hora me foi apresentado pelo Barneschi. Aquilo ali é sensacional por conta do escracho mesmo, e substitui o finado Notícias Populares.

Nego corneta, mas eu não vejo diferença nessas publicações de Vejas, Falhas e Globos, que vivem publicando mentiras.

walter disse...

é um assunto que rende várias cervejas esse...

sobre a influência das "abordagens jornalísticas, sempre éticas", vou apenas citar que acabei de ver no youtube uma edição do curta "ilha das flores" e o mentecapto que postou o vídeo julgou que os culpados pela situação dos moradores eram, veja só, Lula e o PT.

E de fuder a paciência...

walter disse...

*situação dos moradores de ilha das flores

sabia q tava faltando alguma coisa..rs

Claudio Yida Jr disse...

Walter, você não viu nos jornais que São Pedro é petista? Por isso as inundações em SP no começo da semana!

walter disse...

hahahahahaha