30 julho 2009

Outra "crise" e o Demagoguinho


Depois de duas péssimas atuações consecutivas, o olho grande cresce ainda mais sobre nós e a ofensiva dos abutres para tentar nos enfiar outra crise goela abaixo
será imediata. Voltemos a 2008, por exemplo, e lembremos da seqüência de empates na série B e da derrota na Copa do Brasil. Ou então do começo pouco inspirador no Paulistão deste ano - com um time parecido com o que anda entrando em campo, diga-se -, do qual fomos campeões invictos. O Corinthians parecia um Iraque, se visto pelos jornais.

A linha de pensamento deste blogue será exatamente a de evitar que a sensação de desespero tome conta dos corinthianos que passarem por aqui. Não há razão dela existir, porque em julho já éramos os grandes campeões entre os clubes mais tradicionais do país. É preciso entender que acabou um ciclo do elenco, e outro começa agora.
Mesmo detectando que a vacina contra a imprensa deva ser reforçada aqui e ali, o Corinthians retomou seu característico espírito de superação e vem estampando na anticorinthianada um sorriso amarelo a cada nova redenção. Até porque, com o Gordo entrando na faca, nem Gordo ele vai ser mais. Vai faltar pauta...

Como disse o Filipe, a merda poderia ter acontecido antes, caso perdêssemos as duas taças que repousam no Memorial. Felizmente, triunfamos em tudo que disputamos (inclusive nossa molecada) e o clima de velório conseqüente da tragédia do último domingo precisa se esvair a partir de agora. Foco, porque AQUI É CORINTHIANS!


Dito isso, passemos a outro ponto importante, que pode muito bem ser relacionado ao que foi dito na saída de André Santos e Cristian, endeusados pela grande maioria da torcida por conta das juras de amor pós-negociação. O que dizer de Marcelinho, ou melhor, Demagoguinho, na partida de ontem? Você, corinthiano, teria a coragem de fazer um gol no seu time de coração? Você seria capaz de enfiar uma faca pelas costas naquele que você diz amar, isso imediatamente após uma derrota para o rival?

Falem o que quiser, mas não me venham com frases feitas do tipo "o cara é profissional" ou "ele não comemorou". Postura é postura. Falar que a camisa do Corinthians é a segunda pele não dá direito de cuspir no manto; tem que haver procedimento. Marcelinho pode ter sido o jogador que mais ganhou títulos no Corinthians, mas o velho gagá também foi o presidente mais vitorioso e nem por isso eu saio por aí exaltando esse bandido.

Espero que o ocorrido sirva como refresco de memória, trazendo à luz todas as cagadas de um cara que foi capaz de entrar devedor e sair credor do Parque São Jorge, se aproveitando da fragilidade administrativa do clube naqueles tempos nebulosos. Qual corinthiano faria isso? Qual?

6 comentários:

Filipe disse...

Adotei o apelido, que foi na mosca. E ainda chupou a rola do rmp, o demagoguinho, não bastasse fazer gol no Clube que "ama"...

Enfim, a quantidade de faltas não marcadas para o Corinthians, e a falta fingida que o demagoguinho bateu, exemplificam cabalmente o que será esse campeonato daqui em diante.
Sábado seremos novamente roubados assim. E como o time está desentrosado, será presa fácil para carniceiros da imprençinha.

ACORDA FIEL!!!

MAIOR É O CORINTHIANS!!!

Mônikita disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mônikita disse...

Eu comentei ontem com vc o que acho do Marcelinho.
Concordo com o que vc escreveu e não entra na minha cabeça tb.
Agora não gostei do time ontem jogando e apesar de todo lance da arbitragem foi mal.
O Dentinho tb pisou na bola.
Não é questão de cornetar mas o fator tempo é importante pro ano que vem e pra entrosar precisa CONTRATAR.
Com esses só não rola nem ralando.
E tb pq colocou Souza ontem?
Nem perdendo de 3 dos porcos aconteceu.
Esse cara tem que vazar ele é caro e inutel.
No mais o GOBBI tem que sair tb esse desrespeito é IMPERDOAVEL.

VAI CORINTHIANS!

Tiago Marconi disse...

Sem entrar no mérito do caráter do Marcelinho, fiz um post emocionado ontem no meu blog.

http://tiagomarconi.wordpress.com

Fernando Victor disse...

Até que fim alguem lúcido para escrever sobre aquele grande, digo pequeno filho de uma puta do Mcarioca, eu não entendo a Gavioes, vive puxando o saco deste imbecil demagogo, fingido e mal carater.

Precisamos ter uma regra, enquanto o cara jogar bola em outro time, pode ter sido um Deus no Timão, não deve ser homenageado ou ter uma bandeira nas arquibancadas, foda-se se ganhou zilhões de títulos, se foi para outro time, esquece essa baboseira de segunda pele, a segunda pele deste vagabundo é o dinheiro que ele ganha e só. Sinceramente acho deprimente esse blablabla dos Gavioes com ele e tem que tirar aquela porra daquela bandeira das arquibancadas com o nome deste idiota.

Aqui é Corinthians e foda-se qualquer jogador que se diz corintiano e só nos fodem, idem para comentaristas imbecis que vivem detonando o Timão para dar um de neutro.

Abraço e desculpe o desabafo, mas é tão raro ler alguem falando a verdade sobre este idiota que não resistí.

FV

Claudio Yida Jr disse...

Fala Fernando!

Valeu pelas palavras. Sobre os Gaviões, não acredito que seja algo premeditado. As homenagens que aconteceram foram mais impulsivas que qualquer outra coisa. Não sei se seria o caso de institucionalizar isso daí, é algo generalizado, se é que me entende.

Abraços e volte sempre!