30 setembro 2008

Certo, Marx


Rápida passada por aqui - esses últimos dias estão com muitas atribuições, impressionantemente -, muito por conta da crise internacional. Só porque ela me fez pensar em tudo aquilo que o genial, o absoluto Karl Marx disse sobre o capitalismo.

Isso nos leva a associar a atual situação a outra análise, cuja frase-síntese se tornou célebre: a história se repete como farsa. Sim, pois a hegemonia econômica ianque não mais derruba o mundo e o neoliberalismo, ao menos na concepção vigente, não se sustenta.

Marx é ultrapassado? Um olhar de desprezo para quem fala isso...

-------------------------

A frase de Marx também serve de guia espiritual para nossas eleições paulistanas. A tragédia demo-tucana constrói sua repetição por meio de uma das maiores farsas já vistas em pleitos.

-------------------------

Preparem-se: vem aí a "homenagem" ao jogo das barricas. Detalhes em breve.

2 comentários:

Filipe disse...

Ultrapassado?
Quem o teria ultrapassado?
Keynes? HAHAHAHAHAHAHAHA

Economista, quando pensa o que pensa longe da Filosofia (ó, Deusa Mãe da Sabedoria) não passa de um tecnicista econocrata.

Aliás, Marx foi o único - REPITO: ÚNICO - economista a ser chamado dignamente FILÓSOFO.

*******

Vamos Honrar nossos antepassados!!!

Raphaello disse...

O consolo é que a primeira vez a história vem como tragédia (1929), não é assim? Se agora for a farsa, a bolsa por lá não quebra e o mundo não se fode. Porque, amigo, infelizmente ainda somos pequenos parafusos sugados pelo grande imã ianque...

O jogo das barricas, sim!!!

Quinta vou lá ver datas e horários disponíveis. Espero somente que o destino do meu time na tabela seja o mesmo que o do seu, ao fim do certame.

Madame anda aprontando cada uma...