12 setembro 2008

Esclarecimentos pertinentes


Peço desculpas a quem não tiver o interesse, mas este blogue seguirá cada vez mais o ritmo eleitoral até o dia 5 de outubro. E justamente por isso, saibam o tom: aqui é Marta, Aldo Rebelo e Gustavo Petta. Quem (infelizmente) não quiser ler sobre o pleito, pode descer este post e passear pelo restante do conteúdo.

Dito isso, adiante. O atual prefeito Kassab detém a grande maioria do tempo de TV e rádio na propaganda política. Fruto de sua aliança com Orestes Quércia, cuja fidelidade política se assemelha a de um cachorro com fome – e não mencionarei outros quesitos, como honestidade. Talvez por isso, e aliado ao fato de que suas inserções na televisão estão muito bem construídas do ponto de vista estético e de linguagem, ele pode desbancar o outrora favorito Alckmin.

Trata-se, no entanto, de uma propaganda baseada em mentiras. As parcas realizações do alcaide foram a tal Cidade Limpa, ao meu ver negativa, pois puniu os pequenos e não fez diferença aos grandes, e a expansão do rodízio, até agora totalmente ineficaz. De resto, inaugurou obras da antiga gestão (como as escolas que substituíram as salas de lata, todas elas eliminadas no governo Marta) e desvirtuou outros projetos importantes, como os Telecentros, as UBSs e, principalmente, os CEUs, que estão sucateados ou foram reduzidos.

Outra grande mentira é a questão da suposta dívida deixada por Marta em 2004. Ao contrário do que mostra a propaganda, a petista deixou superávit fiscal de R$91 milhões no exercício de 2004 e recursos disponíveis em caixa de R$358 milhões no último dia do mandato, segundo balanços aprovados pelo Tribunal de Contas do Município – repetindo a dose de todos os anos de governo. Para mais detalhes, recomendo a leitura do blogue de Favre, marido da ex-prefeita.

É grande, no entanto, a ingerência da administração Kassab. Desde o começo desse mandato vil, São Paulo só piorou. Marta não fez um governo que se possa considerar grandioso, mas promoveu inúmeros avanços. Criou CEUs, Bilhete Único, Telecentros, corredores de ônibus e isenção de IPTU, só para citar as principais medidas. Já a dupla demo-tucana, no primeiro mês de gestão, subiu a passagem (ao contrário da promessa de campanha), congelou a isenção do IPTU, diminuiu o tempo do Bilhete Único pela metade e reduziu a frota de ônibus, causando os já famosos congestionamentos nos corredores. Tudo isso são fatos, assim como é fato o cuspe na própria assinatura que Serra deu, ao sair candidato ao governo do Estado e deixando o “Vagabundo!” e higienista Kassab para nós.

Conforme o ditado, a mentira repetida várias vezes acaba virando verdade. Por essa razão que acho válido todo e qualquer espaço para esclarecimentos. Mais do que partidária, minha motivação para esse texto é baseada na necessidade por uma cidade melhor – ou menos pior.

5 comentários:

Forza Palestra disse...

Bela abertura do blog lá no alto... sensacional!

E se algum vagabundo do TSE passar por aqui, você se complica, japonês...

Abraços

Raphaello disse...

Acho que não, Barneschi. O cara tem direito de ter um blog partidário em ano de eleição - até onde eu saiba isso não fere nenhuma lei eleitoral.

Além do mais a preocupação do Cráudio é mais que pertinente: Kassab passará para o segundo turno. Se, por um lado, isso enterrará a carreira política daquele ratinho da Opus Dei, haverá o perigo iminente do crescimento do único candidato capaz de bater de frente com a Prefeita, seja por ser um personalista como ela, seja pelo tempo que sua coligação tem na TV para desvirtuar a imagem de Marta e do PT.

Mas afirmo que Kassab é uma xerox apagada da administração de Marta em São Paulo... O CEU, onde trabalhei para a prefeitura petista por 2 anos ministrando cursos de fotojornalismo digital, foi a coisa mais linda que eu já vi um político fazer na minha vida. Não pelas construções (que eram belas, modernas e construídas a baixo custo), mas pelo orgulho que aquele complexo cultural e de lazer trouxe para a população mais carente dessa cidade. Você passeava pelos CEUS e dava gosto de ver o sorriso e a cabeça erguida de quem estava sendo tratado como gente pela primeira vez na vida: as crianças de uniforme sempre novo, a alimentação decente, a educação voltada para a formação humana da criança, o espaço que era cedido a toda a população do bairro para a prática de esportes e cursos gratuitos. Dignidade - isso não tem preço.

Os CEUS que o Kassab construiu CONTRA A VONTADE não podem ser comparados nem de longe com o projeto da Marta. São menores, são ociosos, são administrados como qualquer EMEI ou colégio porco de qualquer governança porca-tucana. E, sim, quem acabou com as escolas de lata foi Marta - e esse oportunista de merda, por ter eliminado um resquício do que sobrou (aliás, o Serra deveria tê-lo feito e não fez, pois usou seu mandato-relâmpago como trampolim), vem assumir um filho que não pariu - como tem feito com o Hospital Mboi-Mirim. E se dizer a verdade é um problema para o TSE, poupem o blogueiro e manda aqui o chumbo grosso: Raphael Falavigna, RG: 22.445.401-8, morador dessa cidade e testemunha da degradação do Bilhete Único, do Vai-e-Volta e dos corredores de ônibus construídos por Marta Suplicy.

filipe disse...

Os CEUs da Marta, no entanto, não se comparam aos CIEPs do Darcy/Brizola... Mas isso só mostra que a paulistanada é ainda pior que qualquer elitóide do mundo.

Enfim, a tucanoporcaria (você abriu o precedente, Palestrino) vai lançar contra o nuncaçabe uma série de ataques no sentido da falta de caráter de quem se engraçou com babaluf (isso está na falha de hoje, sábado, 13/9). Enfim, a chuchulência prefere o candidato do vampiro derrotado pois significaria a derrota do próprio vampiro.
O comitê da botocuda pode se aproveitar disso, deitar e rolar no segundo turno, e, de fato, poderíamos esperar coisa menos pior para os próximos quatro anos.
Porque ainda assim prefiro a vaca amarela à essas monstruosidades por aí...

Enfim, tomo a liberdade de plagiar o senhor Falavigna.
"E se dizer a verdade é um problema para o TSE, poupem o blogueiro e manda aqui o chumbo grosso: Filipe Martins Gonçalves, RG: 15.620.5986-8, morador dessa cidade e testemunha da degradação do Bilhete Único, do Vai-e-Volta e dos corredores de ônibus construídos por Marta", a Favre.

E, puta que o pariu, faz sol a porra da semana inteira, quando é o dia do jogo chove.
Mas, se servir pra espantar gordura (e serve, muito), já tá valendo, né não?

Abraço.

Raphaello disse...

Filipe, estou 100% de acordo com você no que se refere aos CIEPs. Vou além: se Lula tivesse abrido mão de sua candidatura na reta final do primeiro turno em 1989, Leonel Brizola teria sido eleito presidente e sim, esse Brasil seria hoje um país muito melhor. A começar porque a Rede Globo já teria perdido sua concessão - uma promessa que o velho gaudério fez questão de repetir durante toda sua campanha naquele ano.

No mais, Filipe, já que você tb abriu essa porta: entendo o preconceito que parte dessa cidade tem contra Marta e sua maneira de lidar com as pessoas e governar - eu mesmo fui vítima do calote espetacular que ela promoveu no seu final de governo, quando percebeu que não seria reeleita: a ONG para qual eu trabalhava junto aos CEUS (e olha que era um braço do Florestan Fernandes, uma instituição já presidida por ela e que hoje quebrou por falta de apoio da Prefeita) ficou sem receber os 6 últimos meses de trabalho, e acumulamos dívidas acima de 100.000 reais.

Ainda assim, seguirei afirmando que foi a melhor prefeitura da história dessa capital paulistana - e que Marta, no que se refere ao seu trabalho social, foi a melhor Prefeita que essa cidade já viu.

E espero, de coração, que ela seja reeleita (permita-me discordar de vc, Filipe. Saiba que nossas divergências serão eternamente saudáveis, rs)

ClaudioYidaJr disse...

Grandes colaborações por aqui!

Barneschi, acredito que as restrições do TSE se aplicam a candidaturas. Aqui não é um blogue da Marta, do Aldo ou do Gustavo, mas sim de alguém que tem o direito de expor seu voto publicamente e fazer com que sua opinião sobre os candidatos seja lida.

Raphael, ótima lembrança do grande Brizola! Também faço essa avaliação sobre 1989. Teríamos um país muito diferente e, acima de tudo, mais consciente do ponto de vista político. Seu depoimento como figura participante dos CEUs também é de grande valia, mesmo com o calote injustificável (também tem vários precatórios, principalmente alimentares, que governo nenhum paga). Isso só mostra que temos noção suficiente para enxergar problemas e criticá-los, mas ainda assim saber que aquele caminho era o mais correto.

Filipe, esse jogo entre serpentes do mesmo balaio vai ser interessante de acompanhar. E, melhor ainda, vai servir para gabaritarmos mais uma vez aquela afirmação de que São Paulo é um túmulo político - e não do samba, como disse o poeta. Agora nem me fale em zica. Chegou um cara do meu lado durante o jogo e soltou a frase que resume bem: "quando essa porra tá cheia, o time joga mal pra caralho". Perfeito.

Abraços a todos!