15 setembro 2008

Globo bandida! Modernidade bandida!


Por imposição da Rede Globo – cujo discernimento chama os terroristas golpistas da Bolívia de “grupos rebeldes” e o MST de “invasores bandidos” -, o horário do jogo entre Corinthians e Bragantino, marcado anteriormente para o dia 23, passou para o dia seguinte, uma quarta-feira, às 22h.

Não bastasse o absurdo da mudança, a diretoria alvinegra e a CBF permitem também um horário desse. Visando somente a recuperação do futebol no seu Ibope, haja vista a queda de 11% já citada por aqui, o câncer do país mostra pra todo mundo, mais uma vez, quem é que manda no futebol brasileiro.

Ao contrário do que deveria ocorrer, ninguém se manifestou contra a medida, ignorando os gigantescos prejuízos a quem realmente interessa: o torcedor. O jogo vai acabar à meia-noite, quando não haverá mais metrô e os ônibus estarão em número reduzido. A lógica é “valorizemos os torcedores de sofá e fodam-se os marginais”.

Eis a modernidade e sua lógica mercantilista. Porque quem vai ao estádio caga e anda para a Globo. E a recíproca é verdadeira, já que a emissora carioca quer mesmo é fechar cada vez mais seu controle sobre tabelas e até regulamentos. A torcida no estádio só serve para o Galvão bradar suas asneiras como “jogos das famílias” e para neguinho usurpar cantos das massas colocando letrinhas para os “torcedores médios” acompanharem de suas casas, acomodados e aproveitadores que são.

É cada vez mais necessário organizar as torcidas para algum tipo de boicote ou protesto contra essa merda de rede de TV (aquela do Eurico Miranda e da torcida do Vasco foi genial...). A luta a favor do futebol tem diversas frentes, e esta é uma delas. Os inimigos precisam ser detectados e combatidos, caso contrário iremos conviver com absurdos cada vez maiores.

------------------------

O que fizeram com a maravilhosa fachada do Pacaembu? Destruíram um patrimônio histórico e deixaram o glorioso Estádio Municipal com uma cara de CEAGESP. Depois de Maluf, que derrubou a Concha Acústica para levantar o horroroso Tobogã, surge o mais novo filho do malufismo (vale sempre lembrar que o Kassab foi secretário de planejamento do Pitta) e destrói a entrada principal. Isso sem contar a pintura da reforma, feita há menos de seis meses e já toda descascada. Exemplo de administração!

------------------------

O Domingo Espetacular exibiu uma reportagem tratando da “crise” no futebol. Apesar de ser a Record, não atribuíram a culpa da tal crise em quem merece – dirigentes, CBF, Globo, empresários de jogadores. Generalizaram e jogaram o problema na conta institucional dos clubes (menos um, que teve propaganda gratuita inclusive, provavelmente a mando do diretor de marketing em comum). Para provar que os estádios andam às moscas, utilizaram imagens do último jogo do Corinthians. Pera lá! Tínhamos 25 mil pessoas no sábado. Isso é vazio??? Faltaram com a verdade e, novamente, associaram a palavra crise ao Coringão. Abutres.


4 comentários:

janeiro disse...

Essa do estádio vazio foi foda. Quem não viu o jogo achou que não tivesse ninguém!
Engraçado é que agora o futebol brasileiro está falido, mas no começo do ano esses bostas queriam comprar o brasileirão/falido.
Só falaram da dívida do Corinthians.
Pau no cú dos "bispos"

Filipe disse...

Velho, sem comentários. Só xingamentos. Por enquanto.

Craudio disse...

Pior que é tudo a mesma merda. Se sai da mão da Globo e passa pra bispaiada, os clubes vão continuar recebendo miséria.

Forza Palestra disse...

Tá ficando cada vez pior, japonês... nem sei mais o que dizer.
Abraços